Presidência

Louvo a Deus pois foi Ele quem acendeu a chama da fé no coração de todo adventista de nosso campo, e levantou líderes comprometidos com a verdade, que pregam o evangelho com poder em todas as congregações. Parabenizo nossa forte equipe de pastores que em cada distrito e escola desenvolvem as habilidades missionárias de nossos guerreiros espirituais. Valorizo o trabalho de todos os departamentais que apoiam os pastores e as igrejas em diversos projetos criativos e ousados em prol da união e crescimento da obra. Agradeço ao pastor Paulo e Herbert por administrarem de maneira espiritual, responsável e com foco na missão. Reconheço que Deus escolheu para a USB líderes sábios e competentes nas pessoas dos pastores Marlinton, Charles e Volnei, que nos orientam e motivam, proporcionando crescimento saudável para a igreja.

Nosso Redentor contou a parábola das minas (Luc. 19:11-27), na qual os servos são comissionados com as palavras: “Negociai [ocupai-vos] até que Eu volte.” Ellen White comenta que ao realizar Sua obra, o coração se entusiasma com tal empreendimento” {FEC, 229}. Esta alegria do serviço que acompanha os servos de Deus em toda história, foi vivida durante os últimos quatro anos na Associação Catarinense. Pastores, líderes, irmãos e irmãs empreenderam elevados esforços, alcançaram notáveis resultados e desfrutaram grandes alegrias. A parábola destacou também que no exercício do trabalho, os servos fiéis são abençoados com crescimento e multiplicação. Como Associação, experimentamos crescimento e multiplicação em espiritualidade, fidelidade, missão, discipulado e institucional.

CRESCIMENTO ESPIRITUAL

Quando Cristo descer novamente, encontrará uma igreja preparada para subir com Ele. Paulo afirmou que naquele dia Cristo vai apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito (Efe 5:27). Espiritualidade é algo amplo demais para ser medido com exatidão. Mas podemos avaliar se a igreja está firmando as fortes bases espirituais da comunhão através da leitura da Bíblia e do estudo da lição da escola sabatina. Temos alegria em perceber um crescimento em comunhão nos últimos quatro anos. Isso é resultado do trabalho consistente dos pastores e líderes locais (anciãos, escola sabatina e ministério pessoal), bem como dos pais que tem promovido o crescimento espiritual de sua família através da assinatura das lições da escola sabatina

CRESCIMENTO MISSIONÁRIO

O Espírito Santo fornece novos dons e desperta novos ministérios adequados com as necessidades de cada momento e lugar e assim a igreja ganha em relevância e capacidade de transformação social. Novos ministérios envolvem na missão novas pessoas, envolvem novos convertidos, ativam inativos e revificam igrejas. Estamos tendo evangelismo através de aulas de pingue pongue, música, surf, ações solidárias para moradores de rua, haitianos, venezuelanos, enfim, talentos que se tornam ministérios, bondade que abre a porta do coração promove conversão, e resulta em salvação!

Ellen White afirma que devemos dar nova vida aos velhos métodos de trabalho (Ev. 252). Isso se tornou uma realidade marcante através dos “Amigos de Fé”, que é uma reedição das duplas missionárias. Temos duplas de mais experientes com menos experientes, pais e filhos, marido e esposa, amigo com amigo, amiga com amiga, enfim, novas formas de parcerias espirituais e missionárias. Nossa igreja tem reaprendido a trabalhar de dois em dois, assim como foi o propósito de Cristo (Lucas 10:1).

CRESCIMENTO EM ESTUDOS BÍBLICOS

Pregamos a verdade presente. É uma verdade impopular, mas é a pura verdade de Deus.

Adventista se faz por convicção da verdade bíblica e não por conveniências ou preferências. Por isso, é importante termos estudos bíblicos que sejam eficazes em mostrar a verdade e produzir convicção. Pastores e anciãos da Associação Catarinense fizeram um novo estudo bíblico, chamado de “Amigos de Fé”. Conciso e focado em temas atuais, e com a inovação de trazer o pós batismo que visa a capacitação missionária do recém convertido, este estudo tem sido bem aceito pela igreja. Com ele, mesmo durante o período de pandemia, o número de pessoas dando estudos bíblicos aumentou em comparação com os anos anteriores.

CRESCIMENTO EM FIDELIDADE

Nossa igreja tem sido vitoriosa no desafio de permanecer fiel a Deus e honrá-Lo com as primícias de suas rendas mesmo estando cercados por uma sociedade materialista e consumista que despreza os princípios cristãos e debocha daqueles que adoram a Deus com seus dízimos e ofertas. Neste quadriênio, além das crises financeiras, sofremos a pandemia do Covid-19. E novamente a igreja enfrentou a situação ameaçadora renovando seus votos de fidelidade ao Senhor. Encontramos comoventes relatos de pessoas dizimando o auxílio desemprego e o auxílio emergencial. Deus honra quem é fiel. E com Ele, cada desafio nos dá a oportunidade de vermos Sua mão agindo em nosso favor. A igreja cresceu em fidelidade no período de pandemia.

CRESCIMENTO EM BATISMOS

Parte importante do processo de discipulado é o batismo. Ele ilustra o novo nascimento, a vitória da fé, a expansão do reino de Cristo. Novos batismos geram crescimento em dízimos e ofertas, fazem surgir novos líderes e novas igrejas. Tivemos a alegria de registrar quase sete mil batismos durante este quadriênio. Precisamos valorizar nossos missionários que consagram a Deus parte de seu tempo para dar estudos bíblicos e salvar pessoas. Cada história é marcante, cada vida é importante e podemos dizer que houve muita alegria no céu e na igreja em cada batismo de juvenis, jovens e adultos.


CRESCIMENTO EM DISCIPULADO

Este crescimento é natural e esperado, tanto que Ellen White disse que “todo verdadeiro discípulo nasce no reino de Deus como missionário.” {DTN 128}. Todavia, assim como o bebê precisa de cuidados especiais para se desenvolver naturalmente, o novo convertido precisa de acompanhamento pós batismo para crescer espiritualmente e desenvolver seus dons. Estamos aprendendo a desenvolver o discipulado pré e pós batismal. Durante muitos anos desenvolvemos uma cultura na qual o compromisso do adventista com seu aluno/discípulo termina com a cerimônia de batismo. O novo estudo bíblico facilita a ampliação do compromisso no pós batismo, até que o novo adventista se torne um missionário. Há muito a percorrer. Mas estamos avançando.


CRESCIMENTO INSTITUCIONAL

A igreja é também chamada de reino de Deus. E todo reino tem estrutura institucional e meta de expansão. Foi muito bom acompanhar o crescimento institucional da Associação Catarinense. Neste período inauguramos a bela escola adventista de Criciúma e iniciamos a construção do grande colégio de Palhoça. Na área denominacional, vimos o surgimento de novas igrejas, compra de terrenos e inauguração de novos templos que são memoriais da verdade, palcos da atuação divina para salvar pessoas.


PANDEMIA

2020 será lembrado como o ano da pandemia. A sociedade como um todo viveu momentos de insegurança, medo e quase terror. Mas a pandemia não parou a missão da igreja. Distribuímos mais de 100 toneladas de alimentos. Quando as pessoas foram obrigadas a ficar em casa, a Associação decidiu entrar no lar dos irmãos através de cultos virtuais e ligações telefônicas. As secretárias de departamento fizeram um excelente trabalho ligando para todas as famílias e a maioria dos membros de nosso campo. Com uma palavra amiga, atualizaram o cadastro e oraram. Como resultado, os irmãos foram motivados, pessoas voltaram para a igreja, passaram a ser mais fiéis, e o mais importante: Igreja e Associação se tornaram mais próximos.

Não louvamos a Deus pela pandemia, mas O louvamos pelo treinamento que a crise proporcionou. Aprendemos que estamos muito, muito perto da vinda de Cristo. Com certeza sentimos a mão de Deus nos protegendo, conduzindo e dando a vitória. Estamos mais bem preparados para enfrentar os decretos e perseguições do futuro. A pandemia foi um tipo de sacudidura que despertou, provou e selecionou a igreja. Não estamos mais no escuro quanto aos eventos futuros. Comprovamos na prática que basta um aparente motivo para que os governos revoguem a liberdade de culto e a mídia sem qualquer escrúpulo incite o ódio contra quem pensar diferente. A crise abriu nossos olhos, dobrou nossos joelhos e fortaleceu nossas mãos. Estamos mais aptos para sofrer e lutar, defender e avançar, pregando a verdade com intrepidez, até que Ele volte!