Escola Sabatina / Ministério Pessoal

As áreas de Ministérios pessoal e da Escola Sabatina trabalham integradas. Sua sigla MIPES identifica a harmonia que deve existir entre elas, sendo a Escola Sabatina - a treliça e o Ministério Pessoal - a videira; a Escola Sabatina - o trilho e o Ministério Pessoal - o trem; a Escola Sabatina - o mar e o Ministério Pessoal - o barco. Tendo como objetivo o aprofundamento da visão Cada Um Salvando Um (C1S1), fortalecendo em cada membro os ideais de Comunhão, Relacionamento e Missão, prosseguindo com fé Até que Ele volte.

MINISTÉRIO PESSOAL

As ações do Ministério Pessoal visam multiplicar o número de discípulos. “Ou nos envolvemos na Missão ou nos envolveremos na Omissão”. O foco é ampliar, capacitar e inspirar o maior número de discípulos, aumentando desta maneira o raio de alcance da mensagem Adventista. Chamar, instruir e enviar discípulos que fazem discípulos, eis a missão do Ministério Pessoal.

FEIRA DE MINISTÉRIOS

Foram duas edições do Encontro de Ministérios. O objetivo foi inspirar a Igreja a trabalhar com seus dons e talentos na formação de ministérios, com intuito de despertar os inativos e aumentar o número de envolvidos na Missão.


ESCOLA SABATINA

Não existe nada mais adventista do que a Escola Sabatina, ela é anterior à oficialização da Igreja Adventista. Desde 1853, essa área pioneira se aplica em incentivar e promover o estudo da Bíblia (Comunhão), melhorar a integração com os alunos diante das necessidades sociais da comunidade (Relacionamento) e potencializar as ações missionárias (Missão). Diante dos desafios contemporâneos, a Escola Sabatina continua crescendo e se desenvolvendo com a finalidade de formar discípulos, pois Escola Sabatina que não mobiliza, fossiliza; Escola Sabatina que não envolve, morre; Escola Sabatina que não impulsiona desmorona.

Para facilitar e nortear o trabalho das duplas de Amigos de Fé, foi lançado o Cartão Amigos de Fé. Esse apresenta um cronograma de ações baseado inteiramente em atividades que fortaleçam a formação de um novo discípulo em Comunhão, Relacionamento e Missão. Com o objetivo de fazermos uma cerimônia de investidura, foram disponibilizados pins e arganeis. Também lançamos o Manual do PGL em comissão com o intuito de potencializar as reuniões da liderança local. Esse guia instruirá e inspirará líderes, colocando-os sempre no foco da missão - fazer discípulos.

A Escola Sabatina é o termômetro da Igreja, seus índices são um indicativo da saúde espiritual dos membros e fornecem informações relevantes para a construção de um planejamento intencional e assertivo, pois aquilo que não pode ser medido, não pode ser melhorado. Com muita alegria no coração, louvamos o nome de DEUS pelo crescimento no número de membros envolvidos em Comunhão, Relacionamento e Missão ao longo do Quadriênio.

FEIRA DE MINISTÉRIOS

Louvamos a Deus pelo poderoso exército de discípulos das áreas de Escola Sabatina e Ministério Pessoal da Associação Catarinense. São diretores, secretários, professores e distritais que não medem esforços para pastorear mobilizar e envolver a igreja em Comunhão, Relacionamento e Missão.

Agradecemos também aos pastores distritais que eficientemente trabalham para formar novos discípulos e ampliar a visão de pastoreio na Igreja. Nossa gratidão e nosso reconhecimento pelo trabalho do Pr. Jessé que, por um ano e 3 meses deste quadriênio, liderou com brilhantismo os departamentos de Mipes.

Acima de tudo, agradecemos e louvamos ao Senhor e, como o apóstolo Paulo, dizemos: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo” Ef. 1:3.